Alergia à picada de inseto

Também chamada de estrófulo, a alergia à picada de insetos constitui uma das formas de alergia mais frequentes, sendo mais comum em crianças de 1 a 10 anos. As manifestações alérgicas à picada de insetos podem ser desde as mais leves, como as causadas pela picada de insetos sugadores, chamados hematófagos, até as reações anafiláticas graves, causadas pelo veneno de himenópteros.

Em geral, como reação, as pessoas costumam apresentar pequenas bolhas, vermelhidão, inchaço leve e coceira na pele ao redor da picada do inseto. Em alguns casos, essas bolhas pioram, podendo infeccionar.

As medidas de tratamento vão desde as mais simples, como evitar perfumes fortes e adocicados, usar telas de proteção nas janelas, cortinados em berços e camas, dedetização e uso de repelentes, até medidas mais complexas, como vacinas, anti-histamínicos orais e corticoides em cremes ou via oral, prescritos pelo médico.

Caso tenha tido reação alérgica à picada de insetos, procure um especialista em alergia e imunologia, a fim de receber as orientações sobre os cuidados necessários e o tratamento adequado para você.

Unidades: Centro | Madureira | Niterói | Tijuca. Consultas com hora marcada.
Central de Marcação de Consultas: (21) 3515-0808