Revista Alergo ar #13 Primavera - Online - page 11

11
Influenza
A gripe também se manifesta na primavera de-
vido às mudanças bruscas no tempo. Trata-se
de uma infecção viral aguda que afeta o sistema
respiratório; em geral, os sintomas são parecidos
com um resfriado comum: comprometimento das
vias aéreas superiores, congestão nasal, tosse, rou-
quidão, febre, mal-estar, dores musculares e dores
de cabeça. Na maioria dos casos, o infectado se
recupera dentro de uma ou duas semanas,
através do uso de medicamentos e repouso.
Dengue e Leptospirose
Com o aumento da frequência das chuvas
nessa estação, a proliferação de doenças au-
menta. A dengue, por exemplo, é uma delas.
Com as chuvas, pneus, vasos, plantas e outros
reservatórios acumulam água e se tornam
focos de transmissão. Seus sintomas variam
de acordo com o grau da doença. As chuvas
também aumentam os casos de leptospirose,
doença transmitida por águas contaminadas
por uma bactéria presente na urina de ratos e
outros animais. Os sintomas são: febre, dor de
cabeça, dores pelo corpo, vômitos, diarreia, tos-
se e em alguns casos hemorragias, meningite
e até insuficiência renal, hepática e respirató-
ria. Ambas são tratadas com medicamentos e
medidas de suporte, sempre com prescrição
médica.
Dicas para evitar as doenças da primavera
É fundamental que, nesta estação, os cuidados com a saúde sejam redobrados. Para que isto seja
possível, adote as seguintes medidas:
Mantenha os olhos sempre limpos, lubrifica-
dos e eventualmente lave-os com soro fisio-
lógico;
Beba muito líquido (água e sucos de frutas
naturais);
Aproveite os dias mais quentes para lavar edre-
dons, tapetes, cobertores de lã, cortinas e bichi-
nhos de pelúcia, já que são fontes permanentes
de poeira e ácaros;
Mantenha os ambientes limpos e sempre
arejados;
Use um aparelho umidificador; na impossibilida-
de de se adquirir o equipamento, coloque bacias
com água limpa em todos os dormitórios durante
a noite para garantir umidificação do ar;
Use repelentes e evite contato com águas para-
das para não se infectar com a dengue;
Evite andar descalço na água da chuva, pois
pode estar infectada com urinas de ratos e outros
animais, ocasionando leptospirose;
Mantenha sua vacinação em dia, principalmen-
te contra as doenças virais.
Prevenir é sempre melhor!
Vale lembrar que a vacinação é a forma mais eficaz de se prevenir, sendo essa essencial em todas as
faixas etárias e não somente para as crianças.“A melhor forma de evitarmos as doenças da primavera é
simples e se resume a uma palavra: prevenção. Como diz o ditado popular, prevenir é melhor que reme-
diar”, conclui o Dr. João Alfredo Galdi.
Fontes: Dr. João Alfredo Galdi, pediatra, membro da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) e site CriaSaúde.
1...,2,3,4,5,6,7,8,9,10 12,13,14,15,16
Powered by FlippingBook